Uber Eats anuncia fim do delivery de restaurantes.

A Uber anunciou nesta quinta-feira (6), que vai encerrar a operação de delivery de restaurantes no Brasil no próximo dia 8 de março. O encerramento faz parte de uma mudança na estratégia de negócios da empresa.

Em comunicado, a empresa informou que o serviço vai ser reposicionado para trabalhar com as tecnologias da Cornershop, resultando em um novo foco para a entrega de itens de conveniência e mercado.

Nosso principal objetivo daqui para frente será oferecer acesso à maior e melhor seleção de supermercados, lojas especializadas, pet shops, floriculturas, lojas de bebida e outros artigos no aplicativo Uber Eats”.

Cornershop
O Foco do Uber Eats agora será as compras de mercado.
Decisão estaria ligada ao monopólio do Ifood

Segundo reportagem do site Brazil Journal, revela que a empresa estaria desistindo do delivery de comida devido ao “monopólio” do iFood, que tem uma fatia de mercado maior do que 80%. Uma fonte que não foi identificada disse ao veículo que o iFood criou “uma barreira de mercado brutal”, o que tornou as operações de concorrentes “inviáveis”.

Aplicativo continua funcionando

A Uber afirma que o aplicativo do Uber Eats continuará funcionando e que não será preciso instalar um software próprio da Cornershop para usá-lo em sua nova fase. A decisão não deve afetar os demais serviços da empresa.

Como fica a situação de clientes?

Caso haja créditos ou descontos acumulados em seu app, eles permanecerão na sua Uber Wallet, e você conseguirá utilizá-los depois do dia 7 de março de 2022 em qualquer outro serviço da plataforma.

A partir de hoje (6), a modalidade de pagamentos em dinheiro para pedidos feitos pelo Uber Eats ficará indisponível. Até o encerramento das atividades de entrega de comida, usuários poderão fazer pedidos de refeições apenas por meios digitais, como cartão de crédito, débito e Pix.

História

O Uber Eats chegou ao Brasil em 2016, e de acordo com a companhia, atua em mais de 150 cidades, em todos os estados do país. Em 2019, a empresa adquiriu 53% da Cornershop, que opera no setor de delivery de supermercados em oito países. Em 2021, a Uber comprou os 47% restantes das ações da startup se tornando proprietária única.

Fontes: Mundo Conectado, Tecnoblog e Brazil Journal

Rodrigo Madalena

Entusiasta da tecnologia. Há mais de 15 anos aprendendo um pouco mais a cada dia.

Inscrever-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários